CSS Light Web Gallery

Blog

Qual a lixeira ideal para minha cozinha?

O projeto de uma cozinha envolve tempo e atenção para escolher layout, revestimentos, iluminação, móveis e eletrodomésticos. Mas existe um item que, muitas vezes, não recebe a atenção que merece: a lixeira. Há muitos modelos disponíveis no mercado, atendendo às mais diversas necessidades dos moradores. Por isso, na hora de escolher a lixeira ideal para o seu projeto, é preciso considerar critérios como tamanho do acessório, espaço disponível e frequência de uso. Saiba mais sobre os principais modelos de lixeira para cozinha:

Lixeira de chão
O tipo de lixeira mais tradicional para utilizar na cozinha é aquele com tampa e abertura por meio de alavanca na parte de baixo, acionada com o pé. Essa lixeira é indicada tanto para lixos recicláveis quanto para orgânicos, desde que separados corretamente. Para isso, você pode instalar duas unidades (uma para cada) ou escolher um modelo com separação interna (dois compartimentos).

Lixeira de pia
Geralmente de tamanho pequeno, a lixeira de pia fica sobre a bancada como apoio para descartar restos de alimentos no preparo ou após as refeições. Outra opção – mais higiênica e que ocupa menos espaço – é apostar em uma lixeira suspensa. Prefira um modelo com design e eficiência, assim garante praticidade, durabilidade, facilidade de limpeza e um toque a mais na decoração. O acessório é instalado em um suporte sobre a bancada – facilitando seu uso. Se contar com acionamento por toque e ‘tampa click’, melhor ainda.

Lixeira embutida
Para quem não gosta de ver a lixeira exposta na cozinha, a melhor opção é um modelo embutido dentro do móvel – geralmente a bancada da pia. Esse truque é indicado para quem tem mais espaço, pois parte do mobiliário será dedicada a acomodar o acessório. Um modelo bastante completo e eficiente é o de lixeira embutida dupla com corrediça telescópica e tampa articulada, assim o usuário tem mais praticidade para descartar lixo orgânico e reciclável em um só lugar.

Separe seu lixo
O correto descarte de detritos faz parte do consumo consciente e do compromisso com o ambiente. Por isso, lembre-se de separar o lixo de sua casa – tanto de cozinha quanto de banheiro. Somada a atitudes responsáveis, a lixeira adequada auxilia no controle de desperdícios e contaminações.

Dicas de reciclagem
Lixo orgânico provém de origem animal ou vegetal. Exemplos: restos de alimentos in natura e cozidos, cascas, sementes, etc. Eles devem ser descartados em um recipiente próprio. Alumínio, plásticos, papéis secos, metais e vidros são recicláveis e devem ter correto destino.

Já papel-carbono, etiqueta adesiva, fita crepe, guardanapos, filtro de cigarros, papéis/embalagens sujos e lixos sanitários são alguns exemplos de descartes cotidianos não recicláveis. Na cozinha, procure higienizar com água reutilizada os recipientes que serão reciclados (vidros, potes, latas, garrafas), secar o excesso de água e depositar em coletores apropriados.

Viu como é possível separar o lixo da cozinha de modo fácil? Compartilhe esse conteúdo com seus amigos para que eles saibam que é importante investir em uma boa lixeira para ajudar o ambiente.

Compartilhe:

Galeria de Imagens